O impressionante que é…

Hoje acordei cheio de inspiração, mas só me apetece senti-la e não pô-la em prática.

Todos os que fazem parte deste blogue, penso, partilharem da opinião que o Futuro do mundo passará pelas máquinas e pelos seres mecanizados. Já o grande heterónimo de uma grande pessoa o imaginava:

É por um mecanismo de desastres,
Uma engrenagem com volantes falsos,
Que passo entre visões de cadafalsos
Num jardim onde há flores no ar, sem hastes.

Mas o impressionante é que, mesmo sabendo que a tendência é essa, a nossa mais forte crença é na visão romantica do que somos. Não somos aquilo que sabemos ser o futuro, mas não estamos preocupados, porque a evolução que atingimos até ao momento é a melhor que já houve. Somos fisicamente e psicologicamente a vantagem do sentimento e das humanidades, e por mais que seja evoluído o futuro, não queremos saltá-lo já.

O vídeo que coloquei acima fez-me sentir essa nostálgica alegria. O impressionante que é, saber que o nosso sentimento mais racional é tão mais confuso do que o rigor mecânico duma máquina artificialmente inteligente.

É impressionante, que o romance tecnológico não encaixa no nosso, e só por isso estou bem como estou. Um olhar de soslaio, sob o filme que vos apresento, fez-me ter vontade de sentir de novo a paixão de poder apaixonar e ser apaixonado.

O impressionante que é…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s